Perguntas e respostas sobre as 10 Competências Gerais da BNCC

Anna Penido, diretora do Instituto Inspirare, discute o capítulo introdutório da Base Nacional Comum Curricular em webinário promovido pela Editora Moderna e pelo Instituto Singularidades

Quer entender melhor as 10 Competências Gerais da BNCC (Base Nacional Comum Curricular)? No primeiro webinário do programa “A BNCC na prática!”, promovido pela Editora Moderna e pelo Instituto Singularidades, a diretora do Instituto Inspirare, Anna Penido, comenta o capítulo introdutório do documento e diz como essas competências podem ser traduzidas no dia a dia da escola.

Leia mais:
Baixe infográfico sobre as 10 Competências Gerais
– Documento: Como aproximar as Competências Gerais da BNCC de currículos e práticas

00:40 – Capítulo introdutório da Base

“A primeira ideia que tem ali é de que educação básica no Brasil deve ter como foco o desenvolvimento integral, o desenvolvimento pleno dos estudantes. Essa é uma ideia que já estava prevista desde a Constituição Federal de 1988.”

05:45 – 10 Competências Gerais

“Essas dez Competências Gerais devem ser a soma de tudo que se faz ao longo da educação básica. Tudo o que a gente aprende ali, desde educação infantil até o ensino médio, deve gerar o desenvolvimento dos estudantes nessas dez competências.”

15:55 – Como traduzir as dez competências para a sala de aula

“O primeiro passo é garantir que elas [as Competências Gerais] estejam presentes nos currículos das redes e das escolas, e lá no projeto pedagógico também. Ou seja, não pode ser aquela coisa para inglês ver em um capítulo ou um documento curricular que o MEC homologou.”

21:09 – Como deve ser a implementação nas escolas

“Isso tem que ser muito bem cuidado. Não pode ser negligenciado em nenhum momento. A construção do próprio Projeto Político Pedagógico ou do currículo tem que ser colaborativa, porque se alguém em um gabinete resolver e falar aos outros ‘agora vocês vão implementar’, não vai funcionar.”

26:22 – Experiências de educação Integral

“O MEC e o Instituto Península acabaram de lançar uma plataforma que tem 40 experiências que trabalham com as dez Competências Gerais. São casos identificados em várias premiações para professores do Brasil que eles foram resgatar.”

30:30 – Documento dimensões e subdimensões das competências gerais

“A equipe do Center for Curriculum Redesign nos ajudou (Movimento pela Base) a pegar as 10 competências para entender as dimensões e subdimensões que elas trazem até chegar ao no ponto de quais são as aprendizagens que cada aluno precisa desenvolver. […] É um documento gratuito que qualquer um pode usar, não precisa nem citar a fonte.”

33:00 – Avaliações das competências

Não dá para avaliar para ter uma nota ou para dizer que você se autoconhece melhor que o outro ou para ter um ranking. É muito observar cada um, como cada aluno evolui em relação a si mesmo […] com cuidado para não estigmatizar.”

37:15 – Cultura conteudista nas avaliações

“Aquilo que não é medido, muitas vezes não é feito. A gente precisa ter uma valorização dessas questões das competências gerais da mesma forma que acontece nos componentes curriculares.”

“É preciso retomar aquela ideia de portfólio que a educação infantil faz tão bem. […] O histórico escolar traz notas frias. Todas as vivências e capacidades demonstradas precisam ser demonstradas.”

Colégio Harmonia

Av. Caminho do Mar, 2709

Rudge Ramos - São Bernardo do Campo - SP

11 4368 9560

desenvolvido por Orion Public